15 de abril de 2019
Arata Isozaki: conheça o vencedor do Prêmio Pritzker 2019

Nascido e criado sob o cenário ameaçador da Segunda Guerra Mundial, Arata Isozaki sofreu com o terror de ver Oita, sua cidade natal japonesa, ser incendiada. A arquitetura aflorou em sua vida, não pelas referências, mas pelas ruínas e pelo vazio que a guerra deixou em seu país. O garoto que, na década de 40, tomava consciência sobre o mundo e as pessoas, hoje, aos 87 anos, é um dos arquitetos mais influentes do século XXI. Por isso nós, da MKS, convidamos você a conhecer Arata Isozaki, o vencedor do Prêmio Pritzker 2019.

Isozaki não era mais o mesmo após os acontecimentos da Segunda Guerra. Além de sua cidade natal incendiada, as cidades de Hiroshima e Nagasaki foram dizimadas, marcando a infância do futuro arquiteto. Foi a necessidade de reerguer seu país e o sentimento de reconstrução que guiaram Isozaki pelo caminho da arquitetura.

arata-isozaki-pritzker-2019-02

Universidade de Tokyo

Formou-se Arquiteto pela Universidade de Tóquio, em 1954, onde seguiu estudando com um Ph.D. Sua primeira experiência como arquiteto foi no escritório de arquitetura de Kenzo Tange, um dos maiores arquitetos japoneses, também vencedor do Prêmio Pritzker, em 1987. Isozaki participou de grandes projetos de Tange, até abrir seu próprio escritório em 1963.

Suas primeiras obras marcaram a nova era do Japão. O período de reconstrução do país foi inspiração para um de seus projetos mais marcantes, com tom futurista. Apesar de não sair do papel, City in the Air incorporou a atmosfera pós-guerra e, até hoje, é vista como uma das maiores representações arquitetônicas do momento vivido pelo país.

arata-isozaki-pritzker-2019-03

Projeto City in the Air

Nesse cenário de renovação, surge o movimento que daria norte aos trabalhos de Isozaki: o Metabolismo. Considerando a arquitetura futurista e cada estrutura como uma parte viva de uma cidade, em constante metamorfose e crescimento, o Metabolismo seguiu sendo difundido, tomando forma pelas mãos de alguns arquitetos do país. Isozaki reflete o movimento em suas primeiras obras, o que podemos ver na Biblioteca da Província de Oita, no Japão.

arata-isozaki-pritzker-2019-04

Biblioteca da Província de Oita

Arata Isozaki ficou conhecido mundialmente após a primeira feira internacional de arquitetura no Japão, a  EXPO 70. Após isso, o arquiteto realizou alguns grandes projetos em outros países, como o Palau Sant Jordi, em Barcelona, e o Museu de Arte Contemporânea de Los Angeles.

arata-isozaki-pritzker-2019-05

Palau Sant Jordi

A cerimônia de premiação do Pritzker 2019 acontecerá em maio, na França. Além desse prêmio, Isozaki já havia ganho o American Institute of Architects Honor Award, a medalha de ouro RIBA e o prêmio anual do Architectural Institute of Japan.

Voltar
Vamos conversar?
Entre em contato conosco através do formulário abaixo ou pelo e-mail. Responderemos o mais breve possível.

quero que entrem em contato comigo através do whatsapp