20 de abril de 2018
Verão na obra: o que aprendemos com a visita dos estudantes de engenharia e arquitetura

Durante o verão de 2018, entre janeiro e março, para ser mais específico, recebemos na obra do nosso empreendimento Esquina Chartier estudantes das principais faculdades de arquitetura e engenharia do estado – entre elas, UFRGS, PUC e UniRitter. Foram, ao todo, 16 estudantes que puderam vivenciar o dia a dia de uma obra e ver, na prática, todo esse universo para o qual estão tão arduamente se preparando.

Foi uma experiência transformadora, na qual pudemos não só ensinar como também aprender muito. Hoje, vamos contar para você um pouquinho sobre como foi o nosso Verão na Obra e o que aprendemos lá.

Em primeiro lugar, é preciso dizer que o aprendizado desse projeto é complementar, ao unir teoria e prática. Tudo aquilo que é visto em aula passa a ser muito mais claro e faz mais sentido quando visto na prática, como realmente é. Portanto canteiro de obra também é sala de aula!

Os estudantes desejam que o canteiro de obras seja um local mais aberto e acessível aos estudantes, não só como forma de estágio ou trabalhos da faculdade, mas também como um espaço para poderem tirar dúvidas e acompanhar, eventualmente, a rotina tão peculiar de uma obra.

Justamente por isso, ainda há muito medo por parte deles de acabarem a graduação sem terem conhecimento suficiente sobre a prática. Fazendo uma analogia com o futebol, sair da arquibancada (sala de aula) e ir para o campo de jogo (obra) traz sempre um frio na barriga que nos incentiva a querer saber ainda mais sobre o nosso jogo, tornando, assim, a nossa profissão ainda mais apaixonante.

Uma obra não é um bicho de sete cabeças; o que a torna esse monstro é a pouca convivência por parte dos alunos e a pouca abordagem prática nas universidades!

A sede de conhecimento deve transpor os livros. A curiosidade sobre os desafios práticos da profissão é o que faz com que nos deparemos realmente com o que será o nosso futuro profissional. É nesse momento que vamos refletir e saber realmente se aquilo é o que queremos ou não – é um processo interessante de autodescoberta!

Quem esteve presente no verão na obra já sabe dessa, mas vale à pena ressaltar: quem pergunta aprende mais rápido! Ter dúvidas não é vergonha alguma, mas sim parte fundamental no processo de aprendizagem.

Um ensinamento que sempre tentamos transmitir, seja no Verão na Obra ou em nosso trabalho diário, é que uma obra se faz em 360 graus, ou seja: um bom relacionamento e respeito com os vizinhos + reconhecimento dos nossos artesãos + planejamento e execução detalhada = harmonia geral e obra bem executada! Esperamos ter conseguido transmitir essa mensagem a cada um dos estudantes presentes.

Por fim, só podemos agradecer a cada um dos alunos participantes e agradecer por terem nos dado essa oportunidade de aprendizado. Nada é mais gratificante do que ver o brilho no olho de quem está aprendendo coisas novas sobre a sua futura profissão. Parabéns, futuros engenheiros e arquitetos, esperamos que vocês tenham apreciado essa experiência tanto quanto nós!

Se você participou do nosso Verão na Obra e tem fotos ou relatos desses momentos, poste nas suas redes sociais com a nossa hashtag #VerãoNaObra! Agora, se você perdeu essa edição, fique ligado: logo mais, teremos mais visitas nas nossas obras. Para não perder, acompanhem nossa página no Facebook! E fiquem com esses dois vídeos que resumem um pouquinho do nosso Verão na Obra:

Voltar
Vamos conversar?
Entre em contato conosco através do formulário abaixo ou pelo e-mail. Responderemos o mais breve possível.

quero que entrem em contato comigo através do whatsapp