19 de março de 2018
Gentileza urbana: quando a arquitetura impacta positivamente a cidade

“Gentileza gera gentileza” – a famosa frase do profeta Gentileza, que já virou praticamente um dito popular, diz muito sobre as relações que temos com o mundo a nossa volta. Sendo gentil com os outros, você recebe o mesmo tratamento de volta, dando continuidade à corrente e, por consequência, tornando a vida mais agradável de se viver.

Essa atitude positiva e empática tem muito a ver com o trabalho que fazemos aqui na MKS. Queremos tornar o mundo um lugar melhor, mas devemos começar do nosso próprio quintal, em cada ação e detalhe da vida cotidiana. É por isso que um de nossos pilares é a gentileza urbana.

Gentileza urbana ou acupuntura urbana é, em poucas palavras, ser gentil e agradável na vida em sociedade. Mas de que forma isso se manifesta na prática? A gentileza urbana faz parte do nosso dia a dia enquanto incorporadora.

A construção de cada um de nossos empreendimentos é feita considerando o todo e tendo em vista como podemos agregar ao bairro e à região onde o prédio está inserido. Não pensamos apenas em quem irá ocupar aquele espaço para chamá-lo de lar, pensamos em toda a vizinhança e em como podemos tornar a vida de todos os envolvidos ainda melhor.

Isso parte da boa arquitetura, quando a estética do empreendimento valoriza a rua, os imóveis vizinhos e o bairro no geral. Os prédios da MKS unem em sua arquitetura estética e funcionalidade, entregando obras que ajudam a embelezar e a tornar mais atrativas as ruas do bairro Higienópolis, em Porto Alegre.

Tal característica se reflete nas calçadas e jardins que são mais convidativos aos pedestres, contribuindo positivamente para a caminhabilidade, deixando a experiência de quem passeia pelas ruas do bairro mais prazerosa.

Leia mais: Caminhabilidade – 5 projetos para melhor o dia a dia dos pedestres

gentileza-urbana-2

Um gesto pequeno, como recuar o portão, pode gerar uma grande diferença no cotidiano: o pedestre é presenteado – além da arte da fachada – com um jardim. Isso permite mais vida na calçada, como se criasse um “pulmão extra” para o bairro. Sem falar que o recuo quebra a continuidade de portão com portão, que dá uma ideia de falsa segurança – e carrega uma estética de aprisionamento, como se estivéssemos presos em nosso próprio bairro.

Ainda nesse quesito, buscamos sempre colocar um pouquinho de arte em nossos prédios, seja em um detalhe ou em um grande mural. Nossos empreendimentos JCândido e Manoel Py 21, por exemplo, abrigam o trabalho do artista Jotapê Pax (PaxArt).

gentileza-urbana-3

Contudo, a gentileza urbana vai além da arquitetura; Ter um bom relacionamento com os vizinhos da obra é essencial para nós! Não somente pelo fato de a MKS ter nascido no bairro Higienópolis, como também por uma simples questão de respeito.

Quando uma obra se inicia, a construção passa a ser parte da rotina do bairro, afetando de uma forma ou de outra a vida das pessoas. Então, por que não fazer dessa relação algo conveniente para todos!?

Durante uma obra, tentamos garantir que não afetaremos mais do que o estritamente necessário na rotina da rua. Portanto, evitamos sujeira e materiais na calçada, moderamos o barulho e criamos uma relação cordial com os vizinhos – “gentileza gera gentileza”, lembra!?

Leia também: Por bairros melhores – conheça as pessoas que estão trabalhando voluntariamente pelo seu bairro em Porto Alegre

gentileza-urbana-4

Gentileza urbana é tentar fazer com que todo o processo construtivo, do início da obra à “entrega do novo vizinho”, seja benéfico e some àqueles que já estavam ali antes de nós.

E para você, como a gentileza está presente no seu dia a dia? Aqui, na MKS, trabalhamos com a gentileza para entregar obras de arte! Conheça o nosso trabalho:

Voltar
Vamos conversar?
Entre em contato conosco através do formulário abaixo ou pelo e-mail. Responderemos o mais breve possível.

quero que entrem em contato comigo através do whatsapp